A Voz do Profissional

- 04/05/2016

“É muito importante conhecer a doença e os sintomas que ela provoca, e, a partir daí, ficará mais fácil lidar com as demandas rotineiras e déficits comportamentais que o paciente apresentar.”

Debora Rezende 

Para compreender um pouco melhor sobre o Mal de Alzheimer e suas implicações na rotina do paciente, a psicóloga Suzana Graziela conversou com a repórter Debora Rezende do Impressão Digital sobre a doença de Alzheimer: quais sintomas, quais medidas a serem tomadas pela família e como deve ser a convivência. No final da entrevista, o leitor confere galeria com sinopses de filmes que abordam a temática.

Impressão Digital: Quais as medidas preventivas que podem ser adotadas a fim de evitar a doença?

Suzana Graziela: Infelizmente é uma doença inevitável. Só é possível retardar os sintomas com a prática de exercícios e estímulos diários para o cérebro, a exemplo, leitura constante e prática de jogos.

ID: De um modo geral, como é o quadro psicológico dos pacientes que sofrem com o Mal?

SG: Por ser uma doença neuro-degenerativa, provoca principalmente o declínio das funções intelectuais. Com isso, interfere diretamente na rotina do indivíduo, impedindo-o de seguir suas vivências no meio social, familiar e rotinas laborativas. As dificuldades e alterações neuro-cognitivas perpassam diretamente pelo comportamento e personalidade. Visto que, de início, um dos primeiros sintomas, são os lapsos de memória mais recente, onde é mais fácil lembrar com precisão acontecimentos de anos atrás, do que se se alimentou, por exemplo. Com o passar do tempo, a evolução do quadro é tão devastadora que o Alzheimer provoca impacto significativo no cotidiano da pessoa afetando a capacidade de aprendizado, atenção, orientação, compreensão e linguagem. Contudo, a dependência de outrem para cuidados rotineiros se torna inevitável.

ID: Por que ocorrem os casos de transtorno na personalidade do doente?

SG: O transtorno de personalidade é consequência das manifestações clínicas no indivíduo acometido pela doença. Há uma série de mudanças variáveis e comuns na personalidade, onde alguns demonstram características e oscilações mais acentuadas do que outros.

ID: Para a família, qual o melhor modo de lidar com o paciente?

SG: É muito importante conhecer a doença e os sintomas que ela provoca, e, a partir daí, ficará mais fácil lidar com as demandas rotineiras e déficits comportamentais que o paciente apresentar.

ID: Muitos cuidadores ficam em dúvida de qual o melhor modo de enfrentar a doença: manter o portador em casa ou encaminhá-lo para uma clínica especializada? Para você, existe algum modo de facilitar essa decisão?

SG: O cuidado pela família é essencial e o mais recomendado. Encaminhamentos para clínicas especializadas devem ocorrer no aparecimento de uma “crise”, diante de sintomas mais intensos que o indivíduo possa apresentar. A orientação adequada de profissionais, psicólogos e médicos, facilitam a decisão.

Drama nos cinemas

Para os amantes da sétima arte, o Mal de Alzheimer já foi representado muitas vezes nos cinemas. Seja por meio de documentários, dramas ou romances, o tema aparece causando comoção. Pensando nisso, o Impressão Digital preparou uma lista com seis longa-metragens sobre a doença.

EDIÇÃO 2022.2

A invisibilidade que nos cerca

De que perspectiva você enxerga o que está ao seu redor? A segunda edição de 2022 do Impressão Digital 126, produto laboratorial da disciplina Oficina de Jornalismo Digital (COM 126) da FACOM | UFBA, traz diferentes ângulos jornalísticos sobre o que nos marca enquanto sociedade, especialmente àquilo que fazemos questão de fingir que não existe. […]

Turma 2022.2 - 07/12/2022

De R$ 4,90 para R$ 5,20

Aumento da tarifa de ônibus em Salvador afeta rotina de estudantes universitários

Estudantes relatam dificuldades criadas pelo aumento do valor da passagem de ônibus em Salvador O aumento de trinta centavos no valor da passagem de ônibus em Salvador (R$4,90 para R$5,20), anunciado de maneira repentina pela Prefeitura, entrou em vigor no dia 13 de novembro. Tal medida vem prejudicando o cotidiano dos estudantes, especialmente aqueles que […]

Jessica Santana, Laura Rosa, Lucas Dias, Lucas Mat - 07/12/2023

DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

Bahia é terceiro estado com maior número de partos em menores de idade

Estado registrou 6.625 partos em mulheres de até 17 anos; especialistas apontam falta de acesso à educação sexual como um dos principais motivadores Defendida por parte da sociedade e rechaçada por outra parcela, a educação sexual nas escolas é um tema que costuma causar polêmica quando debatido. Ainda assim, seu caráter contraditório não anula o […]

Larissa A, Lila S., Luísa X., Patrick S - 07/12/2023

catadores da cooperativa Canore reunidos

Desenvolvimento sustentável

Racismo Ambiental em Salvador e Economia Circular

Entenda como esse modelo de produção une sustentabilidade, cooperativas de reciclagem e a luta contra as desigualdades sociais Em meio à crise das mudanças climáticas, a cidade de Salvador tem registrado temperaturas maiores do que a média histórica, chegando a sensações térmicas acima dos 34ºC. Para combater os efeitos do aquecimento global, organizações e iniciativas […]

Anna Luiza S., Jackson S., Luiza G. e Pedro B. - 06/12/2023

Na imagem, uma mulher de blusa verde segura uma cesta com plantas medicinais em frente a uma barraca laranja que tem outras plantas e bananas

Desenvolvimento Sustentável

Feira une produção e consumo sustentáveis na UFBA

Realizada às sextas-feiras, Feira Agroecológica da UFBA se torna elo de ligação entre pequenos produtores e consumidores em busca de alimentação saudável A Feira Agroecológica da Universidade Federal da Bahia – apelidada carinhosamente de “Feirinha” – é um projeto de extensão do componente curricular “BIOD08 – Comercializando a Produção Agroecológica”, ministrado no Instituto de Biologia […]

Celso Lopez;Daniel Farias;Jade Araújo;Melanye Leal - 06/12/2023