Tags:, , , ,

Álbum da Copa é brincadeira de adulto

- 26/05/2014

Não é de hoje que o álbum da Copa do Mundo de Futebol cai no gosto dos colecionadores mais velhos

Carlos Eduardo Brandão

 

A paixão pelo futebol extrapola as quatro linhas do campo. No mundial de seleções, o tradicional Álbum da Copa vira febre entre os mais velhos. O hábito, taxado como infantil por muitos, já se tornou brincadeira de adulto.

Os mais velhos consideram colecionar figurinhas uma questão de honra, principalmente quando a Copa do Mundo acontece em seu país. Aí vale organizar trocas online, utilizar redes sociais para postar a numeração dos cromos que faltam, contar com uma ajuda do dono da banca e marcar encontros com outros colecionadores para completar o livro, vendido em 120 países.

Leia mais

Álbuns da Copa custam até R$ 20 mil na internet
Aplicativos e sites facilitam troca de figurinhas
Gustavo Passi, o ativista das figurinhas

Adultos trocam figurinhas em encontro de colecionadores marcado pelas redes sociais. Fonte: Luiz Macedo Costa

Os encontros, anteriormente feitos somente para crianças, foram dominados pelos adultos. A movimentação começa nas redes sociais, onde é definido o local, o horário e as regras da reunião. O estudante Matheus Andrade, de 21 anos, conta que ficou sabendo dos encontros através de um amigo e que o evento facilitou conseguir alguns cromos não encontrados nos pacotes comprados na banca. “Além de achar por volta de 200 figurinhas que não tinha, em muitos momentos me livrei de algumas repetidas, duplicadas ou triplicadas”, explica.

Entre os mais velhos, há quem descubra outros métodos para completar a coleção de maneira rápida. Na procura pelos 623 cromos, Larissa Barreto, 25, convidou a irmã Palloma Barreto, 23, para colecionar em dupla. Larissa afirma que gasta menos dinheiro com a parceria, além de manter viva a tradição futebolística na família.

Irmãs, Larissa e Palloma colecionam o álbum da Copa juntas. Fonte: Arquivo Pessoal

Apesar da tática das irmãs, montar o álbum individualmente ainda tem a preferência dos colecionadores. O servidor público Rodolfo Mendonça, de 30 anos, incomoda-se com o fato de o hobby não ser taxado como atividade para adultos. “Infantilidade é conceituar algo histórico como o álbum, que agrada quem gosta de Copa do Mundo e futebol, como exclusivamente feito para crianças”, argumenta Rodolfo.

Com os mesmo 30 anos, o analista de sistemas Thales de Almeida também acha que não tem idade para ser colecionador. Thiago avisou que já completou o álbum de 2014, enquanto trocava figurinhas em um bar de Salvador. Para o público infantil e ou adulto, às vésperas da Copa do Mundo, o álbum virou febre em Salvador, uma das cidades-sede da competição. De acordo com a Panini, empresa responsável pela confecção dos cromos, mais de 8 milhões de álbuns foram distribuídos pelo Brasil, número suficiente para agradar o público de todas as idades.

EDIÇÃO 2022.2

A invisibilidade que nos cerca

De que perspectiva você enxerga o que está ao seu redor? A segunda edição de 2022 do Impressão Digital 126, produto laboratorial da disciplina Oficina de Jornalismo Digital (COM 126) da FACOM | UFBA, traz diferentes ângulos jornalísticos sobre o que nos marca enquanto sociedade, especialmente àquilo que fazemos questão de fingir que não existe. […]

Turma 2022.2 - 07/12/2022

De R$ 4,90 para R$ 5,20

Aumento da tarifa de ônibus em Salvador afeta rotina de estudantes universitários

Estudantes relatam dificuldades criadas pelo aumento do valor da passagem de ônibus em Salvador O aumento de trinta centavos no valor da passagem de ônibus em Salvador (R$4,90 para R$5,20), anunciado de maneira repentina pela Prefeitura, entrou em vigor no dia 13 de novembro. Tal medida vem prejudicando o cotidiano dos estudantes, especialmente aqueles que […]

Jessica Santana, Laura Rosa, Lucas Dias, Lucas Mat - 07/12/2023

DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

Bahia é terceiro estado com maior número de partos em menores de idade

Estado registrou 6.625 partos em mulheres de até 17 anos; especialistas apontam falta de acesso à educação sexual como um dos principais motivadores Defendida por parte da sociedade e rechaçada por outra parcela, a educação sexual nas escolas é um tema que costuma causar polêmica quando debatido. Ainda assim, seu caráter contraditório não anula o […]

Larissa A, Lila S., Luísa X., Patrick S - 07/12/2023

catadores da cooperativa Canore reunidos

Desenvolvimento sustentável

Racismo Ambiental em Salvador e Economia Circular

Entenda como esse modelo de produção une sustentabilidade, cooperativas de reciclagem e a luta contra as desigualdades sociais Em meio à crise das mudanças climáticas, a cidade de Salvador tem registrado temperaturas maiores do que a média histórica, chegando a sensações térmicas acima dos 34ºC. Para combater os efeitos do aquecimento global, organizações e iniciativas […]

Anna Luiza S., Jackson S., Luiza G. e Pedro B. - 06/12/2023

Na imagem, uma mulher de blusa verde segura uma cesta com plantas medicinais em frente a uma barraca laranja que tem outras plantas e bananas

Desenvolvimento Sustentável

Feira une produção e consumo sustentáveis na UFBA

Realizada às sextas-feiras, Feira Agroecológica da UFBA se torna elo de ligação entre pequenos produtores e consumidores em busca de alimentação saudável A Feira Agroecológica da Universidade Federal da Bahia – apelidada carinhosamente de “Feirinha” – é um projeto de extensão do componente curricular “BIOD08 – Comercializando a Produção Agroecológica”, ministrado no Instituto de Biologia […]

Celso Lopez;Daniel Farias;Jade Araújo;Melanye Leal - 06/12/2023