Tags:, , ,

A cultura do brechó está na moda

- 06/04/2013

Uma peça diferente, bonita, cheia de personalidade e com um precinho amigo. Conheça o conceito de brechó que vem caindo no gosto do soteropolitano

Raisa Andrade e Thamires Tavares

 A ideia de dar novos destinos àquela peça que já não lhe serve tem outros nomes e uma tradição forte fora do país – mercados das pulgas são os queridinhos das alemãs enquanto as americanas curtem mesmo uma boa loja de garagem. Em Salvador, os brechós estão cada vez mais populares e conquistam a clientela a partir de diferentes apelos.

“A procura aumenta porque a mentalidade do público baiano está mudando”, diz o empresário Carlitos Brasil que há sete anos é dono de um charmoso brechó no bairro do Rio Vermelho, o Sarastro Café. Carlitos acredita que o aumento da procura por brechós está intimamente ligado a um amadurecimento no que diz respeito à responsabilidade social, tudo isso acelerado pelas crises econômicas e de recursos naturais. O jovem colocaria na balança: de um lado a nova roupa da estação e de outro o impacto na natureza e no bolso – o que pesa mais?

Pensando por esse viés, a estudante Lara Dias, 20, já não se importa em adquirir roupas usadas e diz que o importante é saber garimpar. “Sempre encontro roupas legais e em bom estado. Roupas antigas que eu posso misturar com o guarda-roupa e criar um look diferente”, destaca. É essa mesma procura pelo look perfeito que leva o também estudante Kinthino Andrade a uma verdadeira peregrinação pelos brechós no centro da cidade. “Eu procuro por peças que não vou encontrar num shopping. É a ideia do vintage, de uma roupa com personalidade e de um preço bem inferior ao do mercado”.

Kinthino Andrade e seu blazer de R$ 1 | Crédito: Arquivo pessoal

Atire a primeira pedra – A advogada Édille Ribeiro, 22, ainda não se rendeu aos encantos de um bom brechó, mas se diz convencida de que essa é, sim, uma boa opção ao consumo desenfreado. Édille se ressente apenas de uma vulgarização do conceito. “O bacana é encontrar peças interessantes, mas isso se perde no momento em que as pessoas pensam que lojas como essas funcionam apenas para escoar as roupas que já não servem pra ninguém ou o guarda-roupa daquele parente falecido”.

Pensando fora da vitrine – A mudança na mentalidade que Carlitos Brasil chama atenção no início da matéria, fica mais clara nas motivações da estudante de Biologia Juliana Santana, 21, que enxerga o brechó como “uma cultura de resistência”. A estudante – que encontrou no brechó uns óculos que teriam pertencido à atriz Brigitte Bardot – afirma que se sente atraída pela ideia de encontrar coisas diferentes da tendência da estação, mas que o que realmente a conquista é a personalidade de cada peça e a responsabilidade pelo social. “Eu acho interessante a reutilização: o que não te serve mais pode servir para outra pessoa. E assim você deixa de retroinvestir nas indústrias têxtil e de montagens de peças, que estão entre as que mais poluem e escravizam ainda hoje”.

Leia mais

Brechó ponto.com

Quem quer ser dono de brechó?

EDIÇÃO 2022.2

A invisibilidade que nos cerca

De que perspectiva você enxerga o que está ao seu redor? A segunda edição de 2022 do Impressão Digital 126, produto laboratorial da disciplina Oficina de Jornalismo Digital (COM 126) da FACOM | UFBA, traz diferentes ângulos jornalísticos sobre o que nos marca enquanto sociedade, especialmente àquilo que fazemos questão de fingir que não existe. […]

Turma 2022.2 - 07/12/2022

De R$ 4,90 para R$ 5,20

Aumento da tarifa de ônibus em Salvador afeta rotina de estudantes universitários

Estudantes relatam dificuldades criadas pelo aumento do valor da passagem de ônibus em Salvador O aumento de trinta centavos no valor da passagem de ônibus em Salvador (R$4,90 para R$5,20), anunciado de maneira repentina pela Prefeitura, entrou em vigor no dia 13 de novembro. Tal medida vem prejudicando o cotidiano dos estudantes, especialmente aqueles que […]

Jessica Santana, Laura Rosa, Lucas Dias, Lucas Mat - 07/12/2023

DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

Bahia é terceiro estado com maior número de partos em menores de idade

Estado registrou 6.625 partos em mulheres de até 17 anos; especialistas apontam falta de acesso à educação sexual como um dos principais motivadores Defendida por parte da sociedade e rechaçada por outra parcela, a educação sexual nas escolas é um tema que costuma causar polêmica quando debatido. Ainda assim, seu caráter contraditório não anula o […]

Larissa A, Lila S., Luísa X., Patrick S - 07/12/2023

catadores da cooperativa Canore reunidos

Desenvolvimento sustentável

Racismo Ambiental em Salvador e Economia Circular

Entenda como esse modelo de produção une sustentabilidade, cooperativas de reciclagem e a luta contra as desigualdades sociais Em meio à crise das mudanças climáticas, a cidade de Salvador tem registrado temperaturas maiores do que a média histórica, chegando a sensações térmicas acima dos 34ºC. Para combater os efeitos do aquecimento global, organizações e iniciativas […]

Anna Luiza S., Jackson S., Luiza G. e Pedro B. - 06/12/2023

Na imagem, uma mulher de blusa verde segura uma cesta com plantas medicinais em frente a uma barraca laranja que tem outras plantas e bananas

Desenvolvimento Sustentável

Feira une produção e consumo sustentáveis na UFBA

Realizada às sextas-feiras, Feira Agroecológica da UFBA se torna elo de ligação entre pequenos produtores e consumidores em busca de alimentação saudável A Feira Agroecológica da Universidade Federal da Bahia – apelidada carinhosamente de “Feirinha” – é um projeto de extensão do componente curricular “BIOD08 – Comercializando a Produção Agroecológica”, ministrado no Instituto de Biologia […]

Celso Lopez;Daniel Farias;Jade Araújo;Melanye Leal - 06/12/2023