Tags:, , , ,

De noiva à casamenteira

- 09/09/2013

Depois de casar no Capão, psicóloga começou a celebrar casamentos e se tornou referência em cerimônias alternativas

Renato Alban e Thais Borges

Desde que se casou no Vale do Capão, em 1997, a psicóloga Aida Baruch, 51, virou referência em celebrar cerimônias de casamento alternativas. “Nossa experiência foi tão significativa que fui estudando cada vez mais sobre os rituais e tenho conduzido várias cerimônias semelhantes para pessoas queridas”, diz. Ela prefere chamar seu próprio casamento, com o também psicólogo José Wellington Resende, de “ritual”. Isso porque a ideia surgiu em meio a um workshop de um casal de terapeutas irlandeses, Craig Gibson e May East.

“Nós nos conhecemos em outro workshop deles, três anos antes. Dessa vez, eles estavam desenvolvendo um novo trabalho na comunidade de Lothlorien, com o tema de Ritos Culturais de Passagem”. Quando um casal de amigos que também participava do workshop, se ofereceu para o ritual do casamento,  os dois também se interessaram.

“Ficamos muito tocados pelo que vimos, porque tinha coincidências. Era mais um trabalho com o casal, no mesmo local em que trocamos o primeiro beijo”. Mesmo sem a presença de familiares, Aida e José quiseram selar o compromisso. Nada foi programado. O registro foi feito por um dos participantes do curso, que tinha uma câmera. Já os padrinhos foram escolhidos entre os amigos presentes. Da mesma forma, o casal nem precisou se preocupar com o bolso, porque não tiveram nenhum tipo de gasto.

A decoração do espaço foi feita por todos os participantes do curso. “Foi uma surpresa para nós dois. Para o meu cabelo e o buquê, meu marido pediu flores aos moradores do Vale. Foram colhidas no jardim deles”. Os trajes dos dois foram escolhidos entre o que levaram por acaso. Ela usou um vestido de estampa floral, enquanto ele vestiu branco. “Nunca na minha vida eu havia pensado que pudesse existir um casamento diferente do tradicional, que tivesse tanta alma e significado. Foi muito diferente daquela manifestação exibida e fria que eu estava acostumada a ver”, opina.

EDIÇÃO 2022.2

A invisibilidade que nos cerca

De que perspectiva você enxerga o que está ao seu redor? A segunda edição de 2022 do Impressão Digital 126, produto laboratorial da disciplina Oficina de Jornalismo Digital (COM 126) da FACOM | UFBA, traz diferentes ângulos jornalísticos sobre o que nos marca enquanto sociedade, especialmente àquilo que fazemos questão de fingir que não existe. […]

Turma 2022.2 - 07/12/2022

De R$ 4,90 para R$ 5,20

Aumento da tarifa de ônibus em Salvador afeta rotina de estudantes universitários

Estudantes relatam dificuldades criadas pelo aumento do valor da passagem de ônibus em Salvador O aumento de trinta centavos no valor da passagem de ônibus em Salvador (R$4,90 para R$5,20), anunciado de maneira repentina pela Prefeitura, entrou em vigor no dia 13 de novembro. Tal medida vem prejudicando o cotidiano dos estudantes, especialmente aqueles que […]

Jessica Santana, Laura Rosa, Lucas Dias, Lucas Mat - 07/12/2023

DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

Bahia é terceiro estado com maior número de partos em menores de idade

Estado registrou 6.625 partos em mulheres de até 17 anos; especialistas apontam falta de acesso à educação sexual como um dos principais motivadores Defendida por parte da sociedade e rechaçada por outra parcela, a educação sexual nas escolas é um tema que costuma causar polêmica quando debatido. Ainda assim, seu caráter contraditório não anula o […]

Larissa A, Lila S., Luísa X., Patrick S - 07/12/2023

catadores da cooperativa Canore reunidos

Desenvolvimento sustentável

Racismo Ambiental em Salvador e Economia Circular

Entenda como esse modelo de produção une sustentabilidade, cooperativas de reciclagem e a luta contra as desigualdades sociais Em meio à crise das mudanças climáticas, a cidade de Salvador tem registrado temperaturas maiores do que a média histórica, chegando a sensações térmicas acima dos 34ºC. Para combater os efeitos do aquecimento global, organizações e iniciativas […]

Anna Luiza S., Jackson S., Luiza G. e Pedro B. - 06/12/2023

Na imagem, uma mulher de blusa verde segura uma cesta com plantas medicinais em frente a uma barraca laranja que tem outras plantas e bananas

Desenvolvimento Sustentável

Feira une produção e consumo sustentáveis na UFBA

Realizada às sextas-feiras, Feira Agroecológica da UFBA se torna elo de ligação entre pequenos produtores e consumidores em busca de alimentação saudável A Feira Agroecológica da Universidade Federal da Bahia – apelidada carinhosamente de “Feirinha” – é um projeto de extensão do componente curricular “BIOD08 – Comercializando a Produção Agroecológica”, ministrado no Instituto de Biologia […]

Celso Lopez;Daniel Farias;Jade Araújo;Melanye Leal - 06/12/2023